Portal da Transparência Acesso à Informação Assista Sessão ao Vivo Estrutura Organizacional Atas das Sessões Pauta próxima Sessão Fornecedores Regimento Interno Plano Diretor Ouvidoria

Vereador Fernando Pitukinha apresenta moção de repúdio ao prefeito Tinho Bortotti

Na última sessão ordinária ocorrida na quarta-feira (9) na Câmara Municipal de Fartura, o vereador Fernando Pitukinha apresentou moção verbal de repúdio ao prefeito Tinho Bortotti.

O vereador explicou que após muito trabalho e dedicação conseguiu junto ao deputado estadual Edson Giriboni um recurso do Governo do Estado no valor de R$ 100 mil reais, destinado para a compra de medicamentos pela Prefeitura de Fartura.

Assim, na última segunda–feira (7) o parlamentar Pitukinha foi até a Prefeitura para conversar com Tinho Bortotti e acertar os últimos detalhes para a aquisição do recurso. Na ocasião o prefeito não lhe atendeu e pediu para o vereador ser encaminhado para a coordenadora municipal da Saúde. Diante disto, no mesmo dia o edil procurou a coordenadora Regiane Medeiros, oportunidade em que conversaram sobre as questões burocráticas para que a cidade recebesse a verba, sendo que a mesma lhe disse que no dia seguinte entraria em contato com o prefeito para resolver a questão.

Na terça-feira (8) Regiane ligou para o vereador e informou que não tinha conseguido conversar com o prefeito e que era para o edil, pessoalmente, tentar contato com ele.

Sendo assim, Pitukinha retornou até a Prefeitura e, dessa vez, conseguiu ser atendido pelo chefe do executivo.

Para surpresa e espanto do vereador, o prefeito Tinho Bortotti disse que não iria adotar as providências para receber essa verba. “Vocês tem um jeito de trabalhar e eu tenho outro”, disse.

Além disto, o prefeito falou ainda a Pitukinha que a Prefeitura tinha bastante recurso e não precisava deste dinheiro.

O vereador Pitukinha saiu da Prefeitura extremamente decepcionado e preocupado com a população mais carente e que precisa de remédio gratuito. “Obviamente eu e o prefeito temos diferenças de fundo político, mas sempre coloquei os interesses da população de Fartura acima de tudo isso. Não podemos deixar que as picuinhas políticas contaminem as relações institucionais e prejudiquem o povo, afinal de contas R$ 100 mil não aparece toda hora”, frisou.

Devido a esse fato, o vereador apresentou “moção de repúdio” ao prefeito na última sessão, a qual foi aprovada por todos os vereadores da Casa.

Procurado pela reportagem do jornal Sudoeste do Estado, o prefeito Tinho Bortotti se encontrava em São Paulo na sexta-feira (11) para uma audiência com o governador Márcio França e informou que nos próximos dias deve se pronunciar sobre o caso.