×
Portal da Transparência Acesso à Informação Assista Sessão ao Vivo Estrutura Organizacional Atas das Sessões Pauta próxima Sessão Fornecedores Regimento Interno Plano Diretor Ouvidoria

ATRAVÉS DO VEREADOR ANDERSON LIMA, SALA DO EJA DEVE SER INSTALADA NESTE ANO EM FARTURA

Instalação da sala depende agora somente do aval da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

Nesta semana o vereador Anderson Lima deu mais um grande passo para a instalação de uma sala de aula do EJA – Educação de Jovens e Adultos em Fartura. Na segunda-feira (28) o vereador participou de mais uma reunião na Delegacia de Ensino de piraju, onde participaram do encontro à supervisora Sandra Tonon e os diretores das escolas estaduais de Fartura, Paulo Andrade (Coronel Marcos Ribeiro) e Bel Lança (Monsenhor José Trombi).
Lá o vereador entregou uma lista de nomes de pessoas interessadas em voltar a estudar. Ficou definido que seria organizada toda a documentação para a abertura de uma possível sala na Escola Coronel Marcos Ribeiro.
“Quando fui procurado por alguns amigos, cidadãos que tem o interesse em concluir seus estudos, que no passado não conseguiram terminar, prontamente fiz o que estava ao meu alcance para ajudar”, comentou Anderson.
Já na quinta-feira (31), ocorreu uma reunião na Escola Coronel Marcos Ribeiro com os interessados em estudar através do EJA. Anderson também estava presente junto com o diretor Paulo.
O diretor explanou sobre como funciona o EJA e suas características. “O 1º Termo (primeira sala) será iniciado com cem dias letivos (um semestre) e após o término pode ser formado salas multisseriadas envolvendo os anos finais do ensino fundamental e todo o ensino médio”, informou Paulo.
Paulo ressaltou que todo o procedimento foi executado, a documentação enviada à Secretaria Estadual da Educação em São Paulo e agora depende da publicação da autorização para a abertura da sala.
Vale ressaltar que Anderson conversou com o promotor de justiça da Comarca de Fartura, que também solicitou a abertura da sala do EJA no município.
Segundo o diretor, a sala pode ter no mínimo 20 alunos e nesse primeiro momento somente a sala de aula da 1ª série do Ensino Médio poderá ser aberta.
“Tem que agradecer ao vereador Anderson, pois sem ele não conseguiríamos iniciar essa projeto do EJA”, ressaltou o diretor Paulo.
Anderson também agradeceu ao diretor Paulo, a supervisora Sandra e a funcionária Magali, ambas da Delegacia de Ensino de Piraju, por todo o apoio na instalação do EJA em Fartura. 
“Falta pouco para que o EJA se torne realidade”, finalizou o vereador.