×
Portal da Transparência Acesso à Informação Assista Sessão ao Vivo Estrutura Organizacional Atas das Sessões Pauta próxima Sessão Fornecedores Regimento Interno Plano Diretor Ouvidoria

VEREADORES INOVAM E PROPÕEM A REALIZAÇÃO DE SESSÕES ORDINÁRIAS TODAS AS SEMANAS

Os vereadores Anderson Lima, Bruno Guazzelli, Edson Sarapiá e Fernando Pitukinha protocolaram na Câmara Municipal de Fartura o Projeto de Resolução nº 04/2019, o qual tem por objetivo modificar o Regimento Interno da Casa possibilitando à realização de sessões ordinárias todas as quartas-feiras.

Atualmente, as sessões ocorrem apenas duas vezes ao mês, nas primeiras e terceiras quartas-feiras.

Segundo os autores, ocorre que a quantidade de proposições, ou seja, das matérias que são apreciadas em plenário durante as sessões, tais como, indicações, requerimentos, projetos de lei, entre outros, tem aumentado de forma significativa, lotando as sessões e fazendo com que se estendam até a madrugada.

Além disto, outras matérias acabam ficando de fora, devido à quantidade de proposituras apresentadas.

O edil Fernando Pitukinha, que exerce o segundo mandato como parlamentar municipal, disse que há tempos tem constatado o aumento de matérias e problemas levantados para discussão durante as sessões. “O que tem tornado a sessão cansativa e pouco produtiva. Vamos mudar isso”, comunicou.

Assim, a realização de sessões todas as semanas vai destravar a pauta e facilitar os trabalhos legislativos, possibilitando que a Câmara Municipal atenda de forma melhor aos interesses da população.

Os vereadores observaram outra questão em jogo, isto é, como as sessões são quinzenais o Poder Executivo tem convocado muitas sessões extraordinárias para os projetos que prescindem de urgência e relevância, com as modificações sugeridas isso vai acabar e todos os projetos poderão ser analisados dentro dos trâmites regulares.

“É uma vergonha a quantidade de sessões extraordinárias realizadas pela Prefeitura, elas desvirtuam o processo legislativo e impedem uma discussão mais profunda e adequada do tema”, comentou Bruno Guazzelli.

Ainda sobre esse assunto, o vereador Anderson Lima acrescentou que diminuir o número de sessões extraordinárias não significa a diminuição do trabalho. “Pelo contrário, nosso objetivo é discutir todas as questões que seriam apreciadas em extraordinária em sessões ordinárias o que, em resumo, aumenta o serviço”, concluiu.

Os vereadores autores do projeto entendem que a Câmara precisa ser mais ativa, atrair mais a população para os temas pautados e, por fim, fazer mais parte da sociedade.

“Fomos eleitos para trabalhar. Queremos arregaçar as mangas e colocar as mãos na massa. As sessões semanais vão agilizar os trabalhos e serão úteis para todos”, finalizou o vereador Sarapiá.